A mitologia Grega, Part .3 – Titãs

Introdução:

A mitologia Grega é repleta de estórias e heróis, deuses e criaturas. Nós de as Cronicasdoskane estamos apresentando uma viajem nessa cultura tão rica de detalhes e mitos, que poucos conhecem na integra; Essa é a terceira parte de uma série de posts que vão apresentar a vocês o mundo que os gregos inventaram.

Part. 3 -Titãs

Os Titãs são os antepassados dos deuses, segundo a mitologia Grega eles governaram o mundo durante milênios, até Zeus e seus irmãos destronarem Cronos, como já citado anteriormente.

Os Primeiros Titãs descendem de Gaia(Terra) e Urano(Ceu), os descendentes diretos são:

Cronos: Senhor do tempo, destronou Urano e reinou sobre os Titãs.

Oceanus: Senhor das águas doces.

Céos: Titã da inteligência, de papel semelhante ao de Atena entre os Titãs.

Crio: Titã do frio e inverno assim como dos rebanhos e das manadas.

Hipérion: Senhor do fogo astral e a visão.

Jápeto: titã do tempo de vida humano e da mortalidade, principalmente da morte violenta e também está associado à habilidade artesanal.

Febe: Titânide da lua.

Mnemosine: Titânide da memória e mãe das Musas com Zeus.

Reia: Rainha dos titãs com Cronos.

Témis: titânica das leis e costumes, e mãe das Horas com Zeus.

Tétis: titânica do mar.

Téia: titânica da visão e da luz.

Destes, nascem novos titãs e deuses, esses são:

Hélios: O primeiro Senhor(alguns consideram ele um deus, outros titã) do sol.

Eos: Titã que personificava o amanhecer.

Selene: Deusa da Lua.

Leto:  Deusa do anoitecer.

Atlas: Senhor das águas distantes.

Prometeu: Ancestral da raça humana.

Epimeteu: Criou os animais e deu-lhes os atributos.

Existe várias estórias sobre os Titãs, das quais as mais famosas são:

Prometeu e o fogo:

Segundo Hesíodo foi dada a Prometeu e seu irmão Epimeteu a tarefa de criar os homens e todos os animais. Epimeteu encarregou-se da obra e Prometeu encarregou-se de supervisioná-la. Na obra, Epimeteu atribuiu a cada animal os dons variados de coragem, força, rapidez, sagacidade; asas a um, garras outro, uma carapaça protegendo um terceiro, etc. Porém, quando chegou a vez do homem, formou-o do barro. Mas como Epimeteu gastara todos os recursos nos outros animais, recorreu a seu irmão Prometeu. Este então roubou o fogo dos deuses e o deu aos homens. Isto assegurou a superioridade dos homens sobre os outros animais. Todavia o fogo era exclusivo dos deuses. Como castigo a Prometeu, Zeus ordenou a Hefesto que o acorrentasse no cume do monte Cáucaso, onde todos os dias uma águia dilacerava seu fígado que, todos os dias, regenerava-se. Esse castigo devia durar 30.000 anos.

Prometeu foi libertado do seu sofrimento por Hércules que, havendo concluído os seus doze trabalhos dedicou-se a aventuras. No lugar de Prometeu, o centauro Quíron deixou-se acorrentar no Cáucaso, pois a substituição de Prometeu era uma exigência para assegurar a sua libertação.

Atlas e O Peso supremo:

Depois da grande Guerra entre Titãs e Deuses Atlas foi condenado por Zeus ao fardo de suportar o peso dos céu(Urano), para que esse não caise sobre a Terra(Gaia).Geralmente, Atlas é retratado sustentando um globo sobre os ombros. Esse fardo foi temporariamente aliviado por Héracles durante um de seus 12 trabalhos, mas Atlas foi enganado e voltou a carregar os céus sobre os ombros.

Segundo uma das versões existentes, Atlas foi posteriormente libertado de seu fardo e tornou-se guardião dos Pilares de Hércules, sobre os quais os céus foram colocados, e que também eram a passagem para o lar oceânico de Atlântida.Outra versão fala  Perseu o petrificou mostrando lhe a cabeça que havia arrancado da Medusa, transformando o titã Atlas no que hoje é o Monte Atlas.

A Rosa dos ventos:

Os Titãs, liderados por Cronos, conspiraram contra seu pai Urano(céu), preparando-lhe uma emboscada quando desceu para se deitar com a Gaia(Terra). Crios, Céus, Hipérion e Jápeto se puseram nos quatro cantos do mundo para segurar o deus do céu enquanto Cronos, escondido no centro, castrava o seu pai Urano, com uma foice, nesse mito, Crios, Céus, Hipérion e Jápeto representam os quatro pilares cósmicos que nas cosmogonias do Oriente Médio separam o céu e a terra.

Amanha não terá post novo sobre mitologia, mas em compensação terá as parts. 4 e 5 na quarta.